Acessar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *

Serra Grande foi a primeira cervejaria de Cuiabá

A relação de Elvio Resente, sommelier de cervejas, com o mundo das bebidas começou em 1992, aos dez anos de idade, quando veio de Goiânia com o pai para abrir a cervejaria Serra Grande. Foi só em 2010, no entanto, que o empreendimento focou somente nos produtos artesanais, trazendo grandes rótulos e novidades. Sete anos depois, ele anuncia mais uma inovação: o ‘Crowler’, sistema em que o chope é enlatado em embalagem descartável para que o cliente possa levá-lo para casa, vai chegar a sua loja ainda em fevereiro.

O Serra Grande já possui outro sistema para levar o chope fresco para casa, o ‘Growler’. A diferença é que, neste sistema, as embalagens são de vidro, retornáveis, e maiores (um ou dois litros), enquanto as latas serão de 355 ml, e, depois, de 473 ml e 1 L. 

O chope é um dos carros-chefe da cervejaria. Tanto que na última terça-feira (31) Elvio inaugurou seis novas torneiras em seu espaço de degustação. No total são doze torneiras que servem, por exemplo, chope Louvada, Bierland (de uma cervejaria de Blumenau), Tupiniquim (de Porto Alegre) e Dogma (de São Paulo). 

As cervejas engarrafadas também fazem sucesso. Além das marcas já citadas, a Serra Grande possui rótulos internacionais, como a alemã Schlenkerla e a Schneider, de Munique, que pode chegar a custar R$ 109 (a garrafa). “Estas com preços maiores são edições comemorativas, limitadas”, explica Elvio. Segundo o proprietário, as mais caras são as cervejas envelhecidas em barris, as chamadas “Wood Barrel Aged”, que podem custar R$ 150 (a long neck).

No entanto, a cervejaria também tem opções mais baratas, a partir de R$ 19,90, e chopes de R$ 7,90 a R$ 14,90. Elvio explica que as cervejas artesanais não são mais voltadas somente a um nicho específico de público. “A Louvada ajudou muito com a popularização. Uma cervejaria local tem esse poder de despertar o interesse nas pessoas. Elas querem provar, experimentar, por ser algo daqui”, afirma.

Uma boa forma de aproveitar as opções da loja, por exemplo, é pedir a tábua de degustação. Nela, que custa de R$ 15 a R$ 17,90, o cliente escolhe quatro tipos de chopes, que são servidos em copos menores. O Serra Grande também tem no cardápio petiscos do Dom Sebastião, como o bolinho de bacalhau e o croquete de costelinha. 

Histórico

Depois que Elvio começou a trabalhar com cervejas artesanais, em 2010, mudou totalmente a cara de sua cervejaria. Com a ajuda da mãe – já que seu pai já tinha falecido – ele passou a vender cerca de 60 rótulos diferentes. 

Em 2014, decidiu se especializar e buscar ‘conhecimento formal’. Por este motivo, se formou sommelier de cervejas pela Associação Brasileira de Sommelier (ABS). No mesmo ano, inaugurou uma nova unidade da cervejaria na Praça Popular, onde ficou até julho de 2015. 

Em março de 2016 Elvio decidiu expandir a loja na Morada do Ouro e construiu uma área para degustação, onde instalou também as torneiras e barris de chope (inicialmente eram apenas quatro). Atualmente, a Serra Grande possui mais de 80 rótulos. 

Durante este período, o proprietário também participou de dois ‘Campeonatos Brasileiros de Sommelier de Cerveja’ e, em ambos, ficou entre os 15 melhores. Com este currículo, Elvio também oferece cursos de formação de profissionais e palestras. 

Serviço
Serra Grande – A Casa da Cerveja
Rua Deputado Milton Figueiredo, 84 - Morada do Ouro
Telefone: (65) 98116-7908
Funcionamento: De segunda a sexta, das 16h às 23h; Sábados das 10h às 22h

Fonte: Olhar Direto – 04/02/2017

guia fornecedores