Acessar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *

A Pabst, maior cervejaria independente dos Estados Unidos, desembarca no Brasil com a promoção “Realidade na Lata”. Unindo o consumo de seus produtos à experiência tecnológica, a marca instiga o público a ter atitude e a desrespeitar sua ordem.

Até o final deste ano, mais de 400 mil latas de Pabst Blue Ribbon terão um QR Code estampado no rótulo, com a recomendação de que ele “não seja escaneado”. Mas quem escanear o código terá uma experiência de Realidade Aumentada e ainda poderá ganhar produtos licenciados da marca, como camisetas, bonés, chinelos, pantufas, bolsas térmicas, porta latas e porta garrafas long neck, além de um pack de 99 latas. A embalagem com 99 unidades foi lançada pela Pabst em 2019 e é sucesso de vendas nos EUA (não é a primeira que uma cervejaria adota essa embalagem inusitada. Em 2014, a americana Austin Beerwork apresentou sua caixa com 99 latinhas).

“A Pabst é contestadora por natureza. A marca sempre foi identificada com o underground e suas expressões de identidade. Fizemos uma brincadeira com isso na promoção Realidade na Lata, colocando uma provocação para as pessoas não escanearem o QR Code. Mais do que vender o produto, queremos transmitir a essência do que é ser Pabst aos consumidores. Por isso, trazemos algo desafiador”, diz Thiago Lima, Head de Comunicação da Pabst no Brasil.

A embalagem de 99 latas de Pabst Blue Ribbon mede 2,20 metros de comprimento por 20 centímetros de altura, e estará disponível para venda a partir da Black Friday.

“O Pack de 99 latas é algo diferente de tudo o que o consumidor já viu. Além de ser enorme, chama atenção também pelo inusitado. Logo após seu lançamento nos Estados Unidos, as redes sociais foram inundadas por pessoas desejando seu pack. Acreditamos que essa novidade tem tudo para ser bem recebida no mercado brasileiro”, afirma Lima.

 

Fonte: Embalagem Marca – 22/10/2021

guia fornecedores