Acessar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *

Minas Gerais é o terceiro estado do país em número de cervejarias abertas e em funcionamento. E nem todas estão no circuito BH-Nova Lima

Cervejarias do interior de Minas Gerais são reconhecidas não somente no estado, como têm sido premiadas lá fora.

A Região Metropolitana de BH comporta hoje muitas cervejarias importantes, premiadas internacionalmente, e com franca expansão comercial para todo o país.

Apesar de sediar a planta de relevantes cervejarias como 040, Verace, Krug, Kud, Slod, e Läut entre tantas outras, Nova Lima não será considerada nessa matéria, pois está na RMBH.

Mas vale a menção honrosa!

A cidade coladinha em BH, especialmente no Jardim Canadá, sedia grandes players do mercado artesanal.

A Cervejaria Falke, uma das pioneiras, também está localizada na RMBH, precisamente em Ribeirão das Neves.

 

Mas e as cervejarias do interior do estado? O que dizer sobre elas?

A força das cidades distantes de BH está cada dia maior.

Algumas marcas interioranas já conquistaram o coração do consumidor.

Nesta matéria, vamos destacar 4 cervejarias do interior de Minas Gerais:

 

Prússia Bier

Localizadas na cidade de São Gonçalo do Rio Abaixo (região central de MG, sua fábrica possui 300 metros quadrados.

Recentemente passou por uma expansão, com a capacidade de produzir ampliada para até 70 mil litros por mês.

Outra novidade é a aquisição de nova máquina de envase de garrafas, bem como de latas, que foram lançadas em 2020.

A cervejaria atende diretamente demandas do Vale do Aço, Médio Piracicaba e grande BH, além de 100 pontos de venda terceirizados espalhados por Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Hoje, a Prussia produz seis diferentes rótulos fixos: Pilsen, Bohemian, Weiss, English India Pale Ale, Pale Ale (ESB) e Irish Red Ale.

Produz também alguns rótulos sazonais como a Doppelbock Desbravator e também a Newbie, uma New England American IPA (NEIPA), lançada em 2019.

O nome foi inspirado em uma região da Europa que abrangia diversos países cervejeiros em meados do século XIII.

A ideia de criar a cervejaria surgiu em 2008 e, em 17 de novembro de 2014, os amigos e empreendedores Fernando Cota, Railton Vidal e Douglas Vidal produziram sua primeira brassagem.

A Prússia Bier é uma das cervejarias do interior que já conquistaram medalhas importantes nos grandes concursos cervejeiros, como o Concurso Brasileiro de Cervejas.

 

Cervejaria Brüder

Brüder foi a primeira cervejaria mineira a produzir cervejas de baixas calorias

O Vale do Aço está muito bem representado pela Brüder, um antigo sonho dos irmãos Rildo, Robson e Rogério Souza.

Daí o nome – Brüder em alemão significa irmãos.

Chegou ao mercado em 2010, e hoje as cervejas já estão em pontos de venda para além do Vale do Aço, como em Governador Valadares, Diamantina, Belo Horizonte, Contagem, São Paulo, Espírito Santo e Rio de Janeiro.

A fábrica se localiza no Distrito Industrial de Ipatinga (MG).

A Brüder ganhou muito mercado com a parceria precisa com Nenel do Baixa Gastronomia, criando uma cerveja especial para o influenciador.

Outro destaque são os prêmios que a marca coleciona em Blumenau e na Copa America de Cervezas no Chile, frutos do trabalho de seu mestre cervejeiro Rafael Patrício, que virou o Patrício Brüder.

 

Cervejaria Antuérpia

Juiz de Fora, na Zona da Mata, foi pioneira na produção de cerveja em Minas ainda no século 19 com tecnologias trazidas por imigrantes europeus, especialmente da Alemanha.

Em 1861, o alemão Sebastian Kunz, onde hoje é o Bairro São Pedro, produziu a primeira cerveja das Minas Gerais.

E desde 2009, uma das marcas mais consolidadas da cidade, fazendo sucesso no Rio de Janeiro e em BH é a cervejaria Antuérpia.

O nome é uma homenagem à maior cidade da região da Flandres na Bélgica.

A marca, que coleciona mais de 31 prêmios nacionais e internacionais, começou numa conversa entre pai e filho e acabou se transformando em uma das mais reconhecidas cervejarias do estado.

É na Antuérpia que se fabricam inúmeras marcas ciganas, não somente de Minas, como de outros estados.

Para sermos precisos, a planta fabril da Antuérpia fica Instalada às margens da BR-040, em Matias Barbosa, exatamente na divisa com Juiz de Fora.

 

Cervejaria Fürst, nosso quarto destaque entre as cervejarias do interior

Da cidade de Formiga, temos a Fürst.

Ela foi inaugurada em maio de 2013, é uma cervejaria com gestão familiar, que nasceu, como tantas, pelo hobby de um de seus idealizadores que tinha o sonho de produzir artesanais.

Seu nome significa Príncipe.

A marca já tem seus fieis consumidores e há oito anos começou com apenas três mil litros, mas a demanda intensa foi rápida e impulsionou seu crescimento.

Em 2018, a direção anunciou sua primeira expansão.

Sua nova planta foi desenhada para ser uma “nova forma de fazer mais e melhor”, segundo seus gestores.

A partir daí, a Fürst passou para uma capacidade instalada de produção em torno de 25 mil litros mensais.

A cervejaria também acumula medalhas em concursos como Copa Cervezas de America, South Beer Cup e Concurso Brasileiro de Cervejas

E em 2020 inovou com a produção das Hard Seltzer Joya, se adiantando a uma tendência mundial.

 

Outras cervejarias do interior do estado que merecem atenção

  • Ouropretana, de Cachoeira do Campo, distrito de Ouro Preto
  • Uaimii, de Itabirito
  • Haus Malte, de Governador Valadares
  • Libertastes, de São João del Rei
  • Cervejaria do Funil, de Lavras
  • Fathach, de Juiz de Fora
  • Floresta Élfica, de Catas Altas
  • Fritz Cervejaria, Monte Verde
  • Mut Cervejaria, de Montes Claros
  • 3 Orelhas, de Gonçalves
  • Zalaz, de Paraisópolis

 

Fonte: Pão e Cerveja – 06/10/2021

guia fornecedores