Acessar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *

A fabricante de bebidas AmBev divulgou lucro de R$ 448,7 milhões no segundo trimestre deste ano, resultado 7,2% abaixo do registrado no mesmo período em 2006. No semestre, a líder do mercado brasileiro apurou ganhos de R$ 1,094 bilhão, número 3,9% inferior ao lucro contabilizado na primeira metade de 2006. Segundo a empresa, o balanço do trimestre foi afetado pelos pagamentos dos ágios de suas aquisições recentes: a cervejaria canadense Labatt, a argentina Quinsa e a portuguesa Cintra. A receita líquida somou R$ 4,525 bilhões no trimestre, num incremento de 12,1% sobre o mesmo período de 2006.

O Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) totalizou R$ 1,848 bilhão, um acréscimo de 16,5% na comparação com os resultados para o período de abril a junho do ano passado. A AmBev registrou aumento nas vendas tanto para unidade cerveja quanto para a unidade refrigerantes. No Brasil, que representa 66% do faturamento da AmBev, a fabricante vendeu 9,5% a mais de cerveja e 19,2% a mais de refrigerantes. No caso das bebidas alcoólicas, foram vendidos 15,171 milhões de hectolitros, um salto de 4,6% sobre os números para o segundo trimestre de 2006. No caso dos refrigerantes, a AmBev registrou vendas de 5,399 milhões de hectolitros no trimestre, um acréscimo de 10,4% sobre o período de abril a junho do ano passado. A empresa também registrou crescimento na receita por hectolitro, que foi de R$ 144,5 no caso das cervejas (alta de 4,9%) e de R$ 87,4 (incremento de 6,6%) no caso dos refrigerantes.

Fonte: Folha de São Paulo - Dinheiro

guia fornecedores