Acessar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *

A Anheuser-Busch InBev (AB InBev), na noite da última segunda-feira (11), anunciou a compra da Craft Brew Alliance (CBA), uma holding de cervejas artesanais. A companhia, que é sediada em Portland, no estado de Oregon, nos Estados Unidos, foi adquirida por US$ 221 milhões.

A AB InBev já havia adquirido uma participação acionária de 31,2% na CBA e exerceu a opção de compra do restante da empresa. Essa opção vencia em agosto, no entanto, como não foi exercida, fez com que o preço das ações da holding caíssem 50%.

Quando anunciada, a compra foi sacramentada por US$ 16,50 por ação. Na manhã desta terça-feira (12), os papéis da CBA operavam em alta na Nasdaq. Da mesma forma, as ações da AB InBev também apresentavam uma valorização na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE).

Grande parte das marcas que estavam sob posse da CBA já são distribuídas pela rede de atacadistas da Ab InBev, seguindo o acordo comercial que já existe entre as empresas.

“A Anheuser-Busch tem um longo histórico de trabalho com cervejarias artesanais para ajudar a tornar a categoria mais forte e mais vibrante nos EUA”, afirmou Michel Doukeris, CEO da Anheuser-Busch, em comunicado. “Nossa parceria com a CBA remonta há muitos anos e esperamos apoiar a CBA para que eles continuem trazendo ótimos produtos para os consumidores nos EUA”, disse.

AB InBev diversifica atuação

Desde 2016, a AB InBev já investiu aproximadamente US$ 130 milhões (R$ 543,35 milhões na cotação atual) em cervejarias artesanais, elevando em 31% sua produção de cerveja artesanal por meio dessas empresas.

A conclusão do negócio está sujeita à aprovação dos acionistas da CBA e dos órgãos de regulação do mercado estadunidense. É esperado que a compra seja sacramentada em 2020.

Criada em 2008, a CBA atua em cervejarias e pubs nos Estados Unidos, comercializando cerveja em todos os estados norte-americanos e em mais 30 países.

Nos seis primeiros meses de 2019, a companhia reportou a receita de US$ 113,6 milhões, uma queda de 1,5% relação ao primeiro semestre do ano passado. No semestre, a possível nova aquisição da AB InBev apresentou um prejuízo líquido de US$ 4,8 milhões, frente ao lucro de US$ 4,6 milhões um ano antes. Relacionado

Fonte: Suno Search – 14/11/2019

guia fornecedores