Acessar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *

carrinho supermercado 24 05

Os supermercados brasileiros acumulam alta real de 2,39% até maio (deflacionadas pelo IPCA/IBGE), de acordo com o Índice Nacional de Vendas ABRAS, apurado pelo Departamento de Economia e Pesquisa da entidade nacional.

No mês de maio, as vendas do setor supermercadista em valores reais apresentaram queda de -1,46% na comparação com abril e alta de 2,92% em relação ao mesmo mês do ano de 2018.

“Embora para muitos pareça que estamos vivendo momentos de economia estagnada, o resultado acumulado de janeiro a maio é o melhor para o período dos últimos sete anos. A recuperação está lenta, mas está acontecendo. As nossas expectativas, agora, estão na aprovação da nova Previdência ainda no segundo semestre, para impulsionar de vez a volta do crescimento econômico. A reforma da Previdência é fundamental para a evolução sustentável da economia e do ambiente empresarial, irá diminuir nosso déficit fiscal e atrair novos investimentos para o país, além de abrir espaços para outras reformas necessárias”, diz João Saznovo, presidente da ABRAS. 

Em relação ao resultado mensal, Sanzovo justifica que o mês de abril contou com a sazonalidade da Páscoa, e portanto, a queda de -1,46% já era esperada.

Fonte: Portal Newtrade - 02/07/2019

guia fornecedores