Acessar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *

catalisi brewdog af 960x720

Brewdog é mais uma a buscar o crescente mercado sem álcool e se envolve em polêmica com sua ex-agência de branding

A BrewDog impulsionou seu portfólio de cervejas com baixo teor alcoólico com o lançamento da Punk AF, que segunda a cervejaria “oferece toda a atitude e sabor” de seu carro-chefe, a Punk IPA.

A fabricante de cerveja disse que o lançamento marca um novo capítulo em sua busca pela perfeição da cerveja artesanal na categoria de baixo teor alcoólico.

Com um ABV de 0,5%, a Punk AF apresenta notas de gramíneas e pinheiros, sobre uma sólida base de malte. A bebida está disponível agora no Reino Unido em latas de 300 ml e garrafas.

James Watt, co-fundador da BrewDog, disse: “A Punk IPA é a cerveja que deu início a uma revolução. Com a criação da Punk AF, continuamos a empurrar nossos limites e expandir a possibilidade de que cerveja artesanal pode ser. Estamos derrubando a imagem da cerveja sem álcool como fraca e sem sabor. Diga olá à cerveja nova mais punk da cidade”.

Após uma reação negativa por criar o que descreveu como “a cerveja mais forte da Grã-Bretanha”, a BrewDog lançou o Nanny State em 2009 para combater os críticos.

catalisi brewdog af 960x720

O foco na Nanny State está no sabor e não no teor alcoólico, e agora se tornou o quarto maior produto da BrewDog no off-trade do Reino Unido, contribuindo com 5,7% da carteira total e proporcionando um crescimento anual de 38,7%.  

Em outubro do ano passado, a BrewDog, com sede na Escócia, fechou sua rodada de crowdfunding Equity for Punks V, garantindo £ 26,2 milhões em um ano. 

Um total de 50.000 pessoas investiram na campanha de crowdfunding, mais do que o total das quatro rodadas de crowdfunding Equity for Punks anteriores combinadas.

Os fundos levantados através da iniciativa estão apoiando BrewDog para expandir suas cervejarias em Ellon, na Escócia, e Columbus, Ohio, bem como acelerar a construção de seu novo site em Brisbane, na Austrália.

Em abril, a empresa adquiriu uma cervejaria em Berlim da norte-americana Stone Brewing, uma vez que pretende elevar ainda mais o status da cerveja artesanal na Alemanha.

Brewdog gera polêmica com a embalagem da Punk AF

O chefe da BrewDog, James Watt, está no centro de uma tempestade no Twitter depois de ser acusado de pegar as idéias de outras pessoas e não pagar por elas.

A antiga agência de branding da empresa disse que a nova marca sem álcool da cervejaria usou um conceito que eles desenvolveram e foram rejeitados.

catalisi brewdog af 960x720

Projeto da agência Manifest à esquerda e Lançamento da Punk AF à direita.

Alex Myers fundador da Manifest afirma que sua equipe criou a marca durante seu relacionamento de nove anos com a BrewDog, mas a idéia havia sido cancelada. As duas empresas encerraram o seu link em março, pondo fim a uma era de campanhas de marketing memoráveis ​​e muitas vezes controversas.

Myers disse em entrevista: “A ideia é claramente derivada do nosso discurso. Criamos uma proposta de branding para ‘soft beers’. Nossa ideia central foi a Punk AF, uma estratégia baseada nos desafios da categoria e nas oportunidades para o BrewDog. No entanto, eles disseram que estavam indo em outra direção.

Myers afirma ter informado BrewDog das semelhanças entre os conceitos em janeiro de 2019, mas recebeu “nenhuma resposta”.

 “Trabalhamos com a BrewDog por nove anos e estamos orgulhosos do nosso trabalho em conjunto. Não se trata de um flagrante ou de vilanizar ninguém, é sobre a honestidade e o valor do trabalho criativo ”.

No entanto, a agência está buscando pagamento por seu papel no lançamento do produto e a disputa provocou críticas à empresa no Twitter.

O co-fundador da BrewDog, James Watt, twittou ao Sr. Myers com uma imagem do conceito Manifest alegando que a execução era diferente do que o Manifest havia lançado originalmente enquanto estava sob o controle da BrewDog.

O site Incite escreveu um interessante artigo sobre o caso, analisando a importância de proteção de ideias pelos criadores

As duas empresas finalizaram a questão numa negociação amigável depois que a agência convocou a empresa de cervejas artesanais para usar sua ideia sem crédito.

Ambas as partes não podem revelar detalhes sobre o acordo, mas o chefe da Manifest, Alex Myers, disse à publicação PRWeek: “Somos uma indústria alimentada pela criatividade. Ela está no centro da nossa proposta de valor.

“Proteger nossas ideias é, portanto, um requisito fundamental para sermos devidamente recompensados ​​por nossa contribuição para os negócios de nossos clientes. O engajamento em um diálogo sobre proteção de IP é importante para levantar a nuvem que repousa sobre a questão dos direitos criativos.

“Não há ‘nós e eles’ aqui, apenas a necessidade de transparência e compreensão.” finalizou Myers.

Fonte: Catalisi – 17/05/2019

guia fornecedores