Acessar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *

jonathan brinkhorst 678133 unsplash

Após registrar deflação em 2018, o preço da cerveja em domicílio iniciou 2019 em alta, seguindo o ritmo do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que teve inflação de 0,32% no primeiro mês do ano. Foi uma elevação, portanto, parecida com a da cerveja, de 0,27% em janeiro, segundo os dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Essa alta também foi vista no setor de alimentação e bebidas, de 0,90%, tendo o maior impacto no IPCA de janeiro. “O grupo Alimentação e bebidas acelerou de dezembro para janeiro, ao passar de 0,44% para 0,90%, contribuindo para elevar o IPCA no mês. O grupamento da alimentação no domicílio subiu 0,97% em janeiro”, explicou o IBGE.

A alta da cerveja em domicílio em janeiro praticamente estagnou a inflação do produto nos últimos 12 meses, que agora apresenta uma pequena redução, de 0,08% no somatório de fevereiro de 2018 até janeiro de 2019.

A cerveja fora do domicílio, que tem inflação de 3,68% nos últimos 12 meses, também apresentou queda quase irrelevante em janeiro, de 0,06%, em cenário diferente ao da alimentação longe de casa, segundo o IBGE. “A alimentação fora também acelerou e subiu 0,79%, frente à alta de 0,33% em dezembro”, diz o instituto.

O preço de outras bebidas alcoólicas fora do domicílio não acompanhou essa lógica em janeiro, tanto que sua deflação foi de 0,86%, com uma inflação de 2,77% nos últimos 12 meses. Já o item outras bebidas alcoólicas no domicílio tiveram aumento de 0,3% em janeiro, com alta acumulada de 3,51% nos últimos 12 meses.

Fonte: Guia da Cerveja – 11/02/2019

guia fornecedores