Acessar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *

concurso brasileiro cerveja 2018 cervesia

Foto: Daniel Zimmermann / Divulgação

O Concurso Brasileiro da Cerveja bateu novamente recorde de inscrições. A organização registrou 2.906 rótulos diferentes de cervejas brasileiras inscritas. O número é 43% maior do que o total de participantes do ano passado, quando a competição colocou frente a frente 2.034 variações diferentes da bebida.

O concurso chega este ano à sexta edição e é considerado o maior da América Latina e o segundo maior do mundo em número de cervejas participantes. Ele ocorre entre os dias 3 e 5 de março e antecede a programação do Festival Brasileiro da Cerveja, que acontece de 7 a 10 de março, no Parque Vila Germânica, em Blumenau. A disputa pelos prêmios de melhor cerveja serve como uma espécie de “esquenta” para o festival e instiga o público a conhecer os sabores premiados pelos 85 jurados convidados.

O número superou até mesmo a expectativa da organização, que previa cerca de 2,5 mil. Em dois anos, o número de rótulos participantes do Concurso Brasileiro da Cerveja praticamente dobrou – passou de 1.469 para os 2.906 deste ano. Comparado ao número da primeira edição, em 2013, quando 215 receitas diferentes foram inscritas, a adesão deste ano é mais de 10 vezes maior.

Para o secretário de Turismo de Blumenau e presidente do Parque Vila Germânica, Ricardo Stodieck, o crescimento até mesmo acima do esperado no número de rótulos inscritos surpreende positivamente e atesta a credibilidade do concurso.

“Isso só reforça a importância do nosso concurso para o mercado cervejeiro brasileiro. Ele deve continuar crescendo porque as fábricas de cerveja, independente do tamanho, querem conquistar medalhas para poder divulgar e promover seus produtos. Já tivemos muitas histórias de cervejarias pequenas que cresceram ainda mais depois de terem produtos premiados no festival” – avalia Stodieck.

Fonte: Diário Catarinense – 22/01/2018

guia fornecedores