Acessar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *

A canadense Molson, dona no Brasil das marcas de cerveja Kaiser e Bavaria anunciou em 23/7 a fusão com a americana Adolph Coors Company, criando a quinta maior cervejaria do mundo em volume, perdendo apenas para Anheuser-Bush, Interbrew-AmBev (ficaria em primeiro levando em conta a participação da mexicana Femsa, que saiu fora após o anúncio do processo de fusão da empresa belga com a brasileira), SAB-Miller e Heineken. A Molson Coors Brewing Company, atua nos mercados dos Estados Unidos, Canadá, Reino Unido e Brasil e tem vendas 60 milhões de hectolitros de cerveja, faturamento líquido de US$ 6 bilhões e um fluxo de caixa livre de US$ 707 milhões, para o período de um ano até março de 2004. Além disso, a combinação das duas empresas, segundo comunicado oficial, deve representar economia de US$ 175 milhões por ano em sinergias até 2007, o que significa redução nos custos de distribuição, marketing e força de vendas durante esse período, além da combinação de fábricas. A nova empresa é resultado a união da Coors, fundada em 1873 e terceira maior cervejaria dos EUA (11% do mercado), e segunda maior cervejaria do Reino Unido (21%), com a Molson, a mais antiga empresa cervejeira da América do Norte, fundada em 1786 e líder no Canadá, com 43% de participação de mercado, e terceira maior cervejaria do Brasil, onde detém 11% do mercado. Eric H. Molson e Peter H. Coors ressaltaram o histórico das duas companhias, que facilitou as negociações iniciadas há mais de um ano. Os principais produtos da nova empresa são Coors Light (a sétima marca de cerveja do mundo), Molson Canadian (primeira marca no Canadá), Carling (primeira marca no Reino Unido), Coors Original, Keystone, Aspen Edge, Zima XXX, Worthington's, Molson Ultra, Export, Molson Dry, Rickard's e Kaiser.

Fonte: O Estado de São Paulo - Economia

guia fornecedores