Acessar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *

38716144082 49e092c4e3 cervesia

Gerar emprego, renda e fortalecer as atividades ligadas ao turismo em Foz do Iguaçu, têm sido uma busca constante do Governo Municipal. Como parte da estratégia de fomentar a economia da cidade, o poder executivo enviou a Câmara de municipal um Projeto de Lei – PL 109/2017 – regulamentando a produção de cerveja artesanal no município.

A PL 109/2017 elaborada pela Secretaria de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, foi aprovada pelos legisladores e segue para a sanção do prefeito, Chico Brasileiro.

O mestre-cervejeiro e empresário do setor, Thiago Vendramin, aprovou a proposta, e ressaltou o crescimento da cerveja artesanal no mercado brasileiro. “Nos últimos dez anos, o Brasil inteiro vem trabalhando a favor e incentivado a produção da cerveja artesanal, que é vista por muitos como um grande fomento de emprego. Todo esse processo é valido, especialmente se pensando em uma cidade turística, e dos vínculos que tem a cerveja artesanal com o turismo. E Foz do Iguaçu tem um mercado intenso e muito promissor com relação a tudo isso”, afirmou.

Ainda de acordo com Vendramin, um dos pioneiros na venda de cerveja artesanal em Foz, a expectativa é trazer par cidade a produção de cervejas que atualmente é fabricada em Porto Alegre (RS).

O secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Gilmar Piolla, pontuou a importância da aprovação do projeto. “A lei ainda permite a comercialização e consumo no próprio local. Liberamos os CNAES no zoneamento para as microcervejarias no corredor turístico. Por isso acreditamos que as microcervejarias serão fortes aliados no desenvolvimento da nossa gastronomia. Com apoio dos vereadores a cidade deu um grande passo para destravar a sua economia e gerar mais emprego e renda”, disse.

A regulamentação visa reconhecer e valorizar a fabricação de cerveja e chope artesanal no município em conformidade com as boas práticas socioambientais, incrementar o turismo Cervejeiro em Foz, promover atividades culturais e gastronômicas, fomentar a interação com setor acadêmico através da extensão, pesquisa, desenvolvimento e inovação de produtos e processos, além de outros objetivos.

De acordo com a PL, são consideradas microcervejaria artesanal os estabelecimentos que possuem capacidade de produção de até 20 mil litros por mês.

Por: AMN

Fonte: Fronteira Urgente - 02/12/2017

guia fornecedores