Acessar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *

infochpdpict000065899905globo

Empresário Jorge Paulo Lemann em evento em São Paulo. Marcos Alves / Agencia O Globo

BOSTON - Jorge Paulo Lemann, dono da Ambev, afirmou em um evento em Harvard na noite de sábado que em 30 anos o consumo de cerveja na África tende a ser maior que nos Estados Unidos. Fechando a edição de 2018 da Brazil Conference at Harvard and MIT, organizado por estudantes brasileiros das duas instituições, ele falou que o mercado de cerveja no mundo desenvolvido já está praticamente parado, sem espaço para crescimento.

— A venda de cerveja não está crescendo nos EUA ou na Europa e a gente precisa olhar para novos lugares para a Ásia e para a África. A África terá dois bilhões de pessoas em 30 anos e será um grande mercado para nós. O potencial é enorme, a África em 30 anos pode ser maior que os Estados Unidos em termos de consumo de cerveja — afirmou Lemann, o bilionário brasileiro melhor posicionado na lista da Forbes, na 22ª posição, com US$ 29,8 bilhões.

Ele fechou a conferência em um bate papo com Warren Buffett, o segundo homem mais rico do mundo, com fortuna avaliada em US$ 75,8 bilhões. Ambos falaram sobre suas experiências e como veem os negócios.

Fonte: Extra Globo – 08/04/2017

guia fornecedores