Acessar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *

O mercado brasileiro de cerveja registrou queda de 2,3% na produção no primeiro semestre de 2016, em relação ao mesmo período do ano passado. Para a lata de alumínio, o ponto positivo identificado nos números do Sistema de Controle da Produção de Bebidas (Sicobe), da Receita Federal, é um leve aumento na sua participação entre as embalagens da bebida, passando de 46,0% registrados em 2015 para 46,7%.

A participação da lata no mercado cervejeiro vem apresentando crescimento consistente nos últimos anos, motivado em parte pela estratégia adotada pelos fabricantes de investir em novos formatos e em tecnologia de impressão. Os números dos primeiros semestres dos últimos cinco anos apontam um aumento de 10 pontos percentuais do market share da lata.

Outro fator que impactou esse crescimento foi a descentralização da produção da latinha, ao instalar unidades fabris em todas as regiões do Brasil. Ainda segundo o Sicobe, ao comparar com o ano de 2011, o crescimento foi maior na Região Sul (20 pontos percentuais), onde a lata já envasa mais de 60% da cerveja produzida. Na Região Sudeste, maior mercado cervejeiro do país, a participação da lata cresceu 5,7 pontos percentuais nesse mesmo período.

Fonte: Notícias da Lata - Edição 68 – 26/08/2016 disponível dia 01/09/2016 Edição 60

guia fornecedores