Acessar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *

Servida em copos que evidencia o tamanho da paixão nacional, a cerveja é praticamente um patrimônio na Alemanha. Em Munique, esse fascínio é ainda maior. Só lá são seis grandes fábricas que, juntas, são responsáveis pela terceira maior produção mundial: 600 milhões de litros por ano. Prepare o caneco e veja onde provar o produto mais típico do país.

Uma das cervejarias mais famosas de Munique é a Hofbräuhaus, de 1589, localizada no centro antigo. Além de poder saborear a bebida, no local há shows de danças típicas. A cervejaria é bem turística e, mesmo com capacidade para receber 3 mil pessoas, é preciso fazer reserva.

Nos salões desses lugares é comum deparar-se com diversas ''figuras''. O hábito de tomar pelo menos um copo ao dia é unânime. Um fato curioso: na Alemanha, a cerveja é considerada um alimento altamente nutritivo. Por isso, a bebida é liberada para crianças a partir dos 12 anos. Os moradores de Munique consomem cerca de 280 litros de cerveja por ano, 130 litros acima da média nacional.

Na Augustiner-Bräu é onde está a mais tradicional cerveja de Munique. Criada em 1328, é a mais antiga da cidade e vive lotada. Mas não é preciso visitá-la para provar seu produto. A Augustiner-Bräu é vendida em quase todos os bares por lá. O segredo do sucesso é seguir a Lei de Pureza da Baviera, de 1516, que determina que a cerveja seja feita exclusivamente com água, cevada, lúpulo e lêvedo - não há conservantes.

Para provar outra iguaria vá à Isarbräeu, que fabrica a weissbier, feita de trigo. O líquido é mais grosso e alaranjado. É uma bebida para quem curte um gosto mais forte e é mais resistente ao álcool. Embora ela seja consumida aos baldes pelos moradores, é difícil um estrangeiro ingerir mais de um caneco. Serve como acompanhamento de pratos mais pesados.

Se você estiver por Munique no verão não deixe de curtir outro hit entre os cervejeiros: os biergartens, ou jardins da cerveja. Quando o sol ganha o céu da cidade, 29 deles, com capacidade para até 180 mil pessoas, surgem por parques, praças e onde mais houver espaço para mesas e cadeiras.

Os turistas que se apaixonarem pela bebida da Baviera também têm uma opção um pouco inusitada para conhecer mais sobre a história da cerveja na região: um tour de bicicleta pelas cervejarias e por outros pontos que remetem à bebida. O passeio dura três horas e termina, é claro, com muitos brindes.

Fonte: O Estado de São Paulo, por Natália Zonta – 22/01/2008

guia fornecedores