Acessar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *

Usar bitcoin nas transações do dia a dia, e não apenas como reserva de valor ou investimento, já é uma realidade em muitos países e a tendência começa a despontar no Brasil 

Com o rápido crescimento de transações ao redor do mundo, empresas brasileiras se inspiram e passam a aceitar bitcoin (BTC) no pagamento de produtos de consumo

Usar bitcoin nas transações do dia a dia, e não apenas como reserva de valor ou investimento, já é uma realidade em muitos países e a tendência começa a despontar no Brasil.

Colecionando prêmios e títulos desde sua inauguração em 2015, por conta da personalidade com a qual imprime em suas receitas ousadas, a Cervejaria Dogma entrou para o mercado de franquias em 2020, e hoje já conta com três franqueadas em São Paulo: Dogma Jardins, Dogma Pinheiros e Dogma Itaim.

Seja na impressão de seu DNA em suas receitas ou nas artes de seus mais de 300 rótulos sazonais, a Dogma é uma daquelas empresas que está sempre um passo além.

Desta vez não foi diferente e a cervejaria divulga que, a partir do próximo dia 02 de novembro, todas suas unidades físicas aceitarão bitcoin como forma de pagamento. Isso mesmo, os clientes poderão pagar o consumo no bar com esse ativo.

“Já faz bastante tempo que a grande maioria das transações comerciais são feitas virtualmente, sem a necessidade de manipulação de dinheiro físico. Aceitar bitcoin é aumentar o leque de opções de pagamentos dos nossos clientes, além de nos adiantarmos em uma prática que será muito comum no comércio varejista nos próximos anos”, afirma Leonardo Satt, cofundador da Cervejaria Dogma.

Com o aumento considerável da migração de clientes de bancos para corretoras financeiras por conta da baixa taxa da Selic, os brasileiros descobriram os benefícios da diversificação em investimentos que não a poupança ou CDI/CDB e, por conta disso, vêm aderindo cada vez mais ao bitcoin.

O cofundador explica:

Mesmo que muitos ainda o considerem apenas como reserva de valor, nós, da Dogma, acreditamos no seu potencial como moeda de troca, visto que já existem muitos profissionais trabalhando no desenvolvimento da Lighting Network, e que, em breve, com a atualização da Taproot, teremos um benefício nas taxas de transação. E, quem sabe, logo iremos utilizá-lo como unidade de conta.

A cervejaria ainda preparou uma promoção especial de lançamento: quem pagar com bitcoin entre os dias 02 e 07 de novembro ganha 10% de desconto.

 

Fonte: Money Times – 28/10/2021

guia fornecedores