Acessar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *

Nos últimos 10 anos, por exemplo, saltou de 70 para quase 900 o número de cervejarias artesanais no país

producao cerveja caseira1

Felipe Colucci
Crédito: Alexandre Martins

Nos últimos anos, o mercado de cervejas artesanais tem conquistado cada vez mais consumidores no Brasil e no mundo. Com isso, a produção passou a ser o hobby de muitas pessoas e a principal atividade profissional de outras. Nos últimos 10 anos, por exemplo, saltou de 70 para quase 900 o número de cervejarias artesanais no país. Isso sem contar os milhares de consumidores que fazem a sua própria cerveja em casa.

É o caso do engenheiro civil Saul Gonçalo Braga, de 39 anos, que começou a produção caseira há cerca de cinco anos com equipamentos improvisados e em baixa escala. Hoje já possui uma estrutura bastante completa em sua casa. “Desde o início a produção foi vista como um hobby de amigos. Comecei fazendo aos poucos, em panelas e em pequenas quantidades. Hoje já tenho equipamentos como fermentador, onde ocorre a fermentação e a panela cervejeira, usada para cozinhar o malte e que fazem toda a diferença. Cada receita produz 120 litros por leva, tudo para consumo próprio”, comenta.

O engenheiro conta ainda que a maior dificuldade não é ter os equipamentos necessários, mas encontrar todos os ingredientes. “É possível improvisar com o que você tem em casa. Temos alguns grupos de confraria em que trocamos experiências e até ajudamos uns aos outros com alguns itens mais difíceis de achar, como determinados tipos de malte e lúpulo”, aponta.

O empresário Jefferson Nascimento Gonçalves, de 26 anos, também é um dos que ajudam e participam da produção junto com Saul. “É um hobby para nosso grupo de amigos onde tiramos um dia inteiro para trabalhar em toda preparação da cerveja, além de dar muita risada e beber o restante da cerveja que fizemos da última leva”, conta.

Ele afirma que os benefícios e vantagens de produzir cerveja em casa vão muito além do sabor, da qualidade e do valor. “É um dia que a sua mente esquece do cotidiano corrido, foca em um único objetivo comum e se diverte com as pessoas em sua volta, isso traz felicidade”, completa.

CUIDADOS
Proprietário de uma marca de cerveja artesanal e produtos gourmet, Glauco Chaves, de 48 anos, fala sobre os cuidados necessários durante a produção, tanto para a comercialização quanto para consumo próprio. “As artesanais produzidas em fábricas tem um controle de qualidade rigoroso, tudo através de máquinas computadorizadas. Já em casa, além do tempo necessário para fazer, é preciso ter muito cuidado, pois a contaminação pode acontecer facilmente e acabar perdendo todo o processo”, comenta.

Felipe Colucci, proprietário de uma cervejaria artesanal em Jundiaí, explica melhor a diferença entre as formas de produção. “Eu acho bem legal as pessoas que fazem em casa, mas a produção para venda deve ser diferente. Quando eu falo em venda, é necessário todo um controle rigoroso dos órgãos de vigilância sanitária, da recepção de matéria prima. O que gerou uma curiosidade foi uma cerveja que minha esposa fez em casa e divulgou nas redes sociais, mas esta a gente não pode vender. Para o consumidor, o principal é saber a procedência e que todo produto é perecível. Cerveja tem nome, sobrenome e data de validade ”, comenta.

Galeria de Fotos

producao cerveja caseira1

Saul Braga Martins produz cerveja caseira
Crédito: Alexandre Martins

 

producao cerveja caseira1

Jeferson Nascimento aprecia o sabor e a textura
Crédito: Alexandre Martins

 

Fonte: Jornal de Jundiaí – 28/08/2020

guia fornecedores