Acessar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *

catalisi koala san brew energia solar 960x700

Cervejaria mineira Koala San Brew, de Nova Lima, dá início ao programa de sustentabilidade em sua produção, começando por instalação de painéis solares.

A cervejaria Koala San Brew, localizada no famoso pólo de Nova Lima em Minas Gerais, deu um importante passo na direção de uma produção de cerveja mais sustentável.

A empresa acaba de instalar uma série de painéis fotovoltaicos no teto de sua fábrica para obter 100% de sua energia para produção através do sol.

A iniciativa é o pontapé inicial do projeto da cervejaria chamado Catch the Sun, onde uma série de ações serão realizadas no sentido de conferir menor impacto ambiental dentro das atividades da cervejaria.

“A Koala sempre foi muito inspirada em coisas que a gente via fora do país e atitudes que produzam um produto e uma experiência inovadora, criando um ambiente transformador, agregando cultura, experiência e conceito tanto para consumidores quanto para os funcionários” declarou Gustavo Simoni, fundador da Koala San.

Gustavo revela que a grande inspiração para tocar o programa sustentabilidade foi conhecer Peter Bouckaert, fundador da cervejaria norte-americana New Belgium, ele diz que Peter apresentou toda a estrutura da cervejaria a ele, incluindo o seu programa eco-sustentável que fascinou o brasileiro

“Eles tinham várias atitudes, vários programas eco-sustentáveis que me fascinaram, sendo o que mais me chamou a atenção foi o de energia verde. Eles produziam tanta energia que em horário de pico a cervejaria a fornecia para a rede da cidade”

Instalação de painéis solares estão ficando mais viáveis

O fundador da Koala revela que, apesar dos obstáculos, a instalação de painéis solares aumentou em viabilidade recentemente. A decisão de realizar esta mudança na fábrica já tinha sido decidida há dois anos atrás

 “O payback de uma estrutura dessas anteriormente era mais longo, menos viável. A instalação foi uma manobra considerável, tivemos que trocar todo o equipamento de produção, fizemos o dimensionamento. Tivemos uma obra intensa durante férias coletivas e as contas continuaram chegando nesse período, todas essas dificuldades de uma indústria pequena”

O projeto só foi viável devido a dois financiamentos alcançados pela Koala. Um para os novos equipamentos de fábrica e outro para a usina fotovoltaica. A produção de energia já foi iniciada e existe uma quantidade excedente para futuras ampliações da cervejaria.

“Existem algumas linhas de crédito específicas para este tipo de investimento. Nós utilizamos uma do Santander Financiamentos que nos foi conseguida pela própria empresa que nos vendeu a usina.”

Além do investimento em energia solar, o programa Catch The Sun da cervejaria conta com outras ações relativas a sustentabilidade como a migração de 95% do envase para latas, que é um material mais reciclado e que requer menos combustível para transporte devido ser mais leve e compacto do que garrafas. Futuramente a empresa agregará valor ao seu tratamento de efluentes e pretende também implantar um sistema de reutilização do CO2na própria cervejaria.

“É bem bacana ver a resposta tão positivas das pessoas. Desde o começo quando começamos a divulgar esse programa as respostas têm superado nossas expectativas e a gente está se sentindo muito feliz com isso. A gente espera que a Koala inspire outras empresas, não só do nosso segmento, porque acreditamos que isso seja o futuro” conclui Gustavo.

Fonte: Catalisi – 23/07/2019

guia fornecedores