Acessar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *

moser

A logo da cervejaria traz a imagem de Joaquim Moser, primeiro imigrante austríaco a chegar à cidade (Foto: Divulgação)

Indaial vai ganhar uma nova cervejaria, batizada com um sobrenome bem comum na cidade. A Moser Brauhaus nasce como cigana e, de imediato, terá três rótulos, que devem chegar ao mercado a partir de maio – uma IPA com manjericão, uma Vienna e uma German Pilsner.

A iniciativa é de Cassiano, formado em gestão de negócios, e Cleiton Moser, que está iniciando a formação em mestre cervejeiro. Eles são representantes da família que espalhou raízes no município, têm laços sanguíneos entre si – Cleiton é tio de Cassiano – e buscam um parceiro para produzir as receitas.

O aporte de largada da dupla é de cerca de R$ 100 mil e inclui, além da construção da marca, um volume inicial de 2 mil litros. O projeto, no entanto, é mais ambicioso e prevê a edificação de uma fábrica própria no futuro. Por ora, eles negociam a entrada da Moser em pontos de venda. E querem ir além da venda da bebida.

— Nossa ideia é, além de comercializar a cerveja, promover eventos de entretenimento na região e cursos para engajar mais o público com a cerveja artesanal — diz Cassiano.

Além de reforçar a presença de Indaial no mapa cervejeiro do Vale, a Moser Brauhaus também vem com a proposta de resgatar a história da família e seus antepassados. Joaquim, imigrante austríaco que chegou ao Brasil em 1875, serviu de inspiração para a logo e também dá nome à IPA.

A German Pilsner se chamará Maria, esposa de Joaquim. A Vienna é a Vovô Augusto, avô de Cleiton e bisavô de Cassiano e antigo proprietário das terras onde os herdeiros planejam construir a fábrica.

Aliás

Por falar em cerveja, a Hemmer está acrescentando três novos estilos ao seu portfólio: uma Catharina Sour, uma Double IPA e uma Belgian Tripel. Agora já são 12 rótulos na linha. A companhia, famosa pela sua linha de conservas, entrou no mercado cervejeiro em 2016.

Tecnologia cervejeira

Foram prorrogadas para o final de março as inscrições para a pós-graduação em Tecnologia Cervejeira oferecida pela Unifebe em parceria com a Zehn Bier, em Brusque.

Com dois anos de duração, o curso terá aulas práticas sobre produção, armazenamento, distribuição e comercialização de cervejas, além de noções sobre gestão de processos e insumos. Informações: bit.ly/cursoUnifebe.

Fonte: NCS Total – 27/02/2019

guia fornecedores