Acessar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *

O lúpulo é um dos integrantes principais da cerveja e dá a ela o sabor amargo. Mas o que pouca gente sabe é que ele é excelente para a saúde!

Se você gosta de cerveja, provavelmente umas das suas características preferidas sobre a bebida é aquele sabor amargo marcante. O que muita gente não sabe, é que isso é uma consequência direta do lúpulo. Com o nome científico de Humulus lupulus, a planta trepadeira é um dos principais ingredientes da bebida.

Primeiramente, o lúpulo se desenvolve melhor em climas frios. Por isso, ela é cultivada principalmente na Europa e na América do Norte.

E, apesar de possuir os sexos feminino e masculino, a parte de interesse para fins cervejeiros são as flores da planta fêmea. Pois nela são formadas glândulas de lupulina que contêm resinas e óleos, substâncias utilizadas na bebida.

O lúpulo é adicionado durante a fervura do mosto na preparação da cerveja, destacando-se por conferir à bebida o amargor e aroma característicos. Isso acontece por que os alfa-ácidos presentes no ingrediente passa por um processo de transformação durante a fervura, que libera o sabor.

Benefícios e defeitos do lúpulo

Certamente você quer saber quais são os benefícios do lúpulo, e nós separamos quatro para você:

Poder bacteriostático: o lúpulo possui algumas substâncias que inibem a proliferação de bactérias na cerveja, consequentemente tem efeito bacteriostático. Essa função levou a erva ser frequentemente utilizada na cerveja no passado. O lúpulo é um “conservante natural”.

Poder antioxidante: o lúpulo é rico em substâncias antioxidantes, que atuam contra radicais livres. Consequentemente eles podem ajudar contra alguns problemas de saúde.

Espuma e corpo: O composto responsável pelo amargo do lúpulo possui propriedades rensoativas, levando a estabilidade da espuma da cerveja. Já os polifenóis e os óleos essenciais presentes influenciam no paladar e corpo da bebida, dando a sensação de preenchimento de boca.

Você acha que o lúpulo só traz benefícios para a cerveja? Está enganado, pois ele também pode trazer problemas. Veja:

Off-flavors: os off-flavors são os defeitos encontrados na cerveja, sendo que alguns deles podem ser causados pelo lúpulo. Dois dos mais comuns são o lightstruck, odor causado pela exposição do lúpulo presente na cerveja à luz, e o isovalérico, um aroma de lúpulo velho que remete à chulé.

Curiosidades sobre o lúpulo

1 – Pode ser consumido na salada

Provavelmente você pensou que a planta só era útil na cerveja, mas está enganado. Ela também pode ser consumida em forma de alimento, em saladas por exemplo. Nesta forma, é conhecido como “aspargo de lúpulo”, devido à semelhança com o vegetal.

2 – Cultivo no Brasil

Obviamente o cultivo é muito comum na Europa, sendo originária de lá. O cultivo da planta chegou ao Brasil em 2014, em uma fazenda paulista, na região da Serra da Mantiqueira. Em poucos locais no mundo o cultivo obtém sucesso, devido à necessidade de um clima bastante específico para a planta. Além disso, a planta leva três anos para atingir sua maturidade e ser útil.

3 – É alemão e parente da maconha

Os primeiros registros do cultivo de lúpulo são do século VIII, na região onde hoje está a Alemanha. Atualmente o país é o maior produtor mundial. Além disso, o lúpulo é da mesma família da maconha, pertencentes a cannabaceae. Apesar disso, não tem propriedades alucinógenas.

4 – Relaxante e fatal

O lúpulo é um relaxante natural, ajudando a descansar e dormir melhor. Em contraste com seu efeito em humanos, é completamente prejudicial aos cachorros e gatos. O lúpulo é altamente tóxico para pets, provocando ataque epilético, problemas no coração e pode até causar a morte.

 

Fonte: Segredos do Mundo – 14/05/2019

guia fornecedores