Acessar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *

Cientistas da Universidade de Cingapura fizeram a bebida fermentada com “bactérias do bem” que regulam a flora intestinal

Um copo de cerveja bem gelada pode ajudar a melhorar a sua saúde e impulsionar a sua imunidade. Depois do kefir (leite ou água fermentados em uma cultura de bactérias) e do kombucha, uma mistura de chá e kefir, cientistas asiáticos agora criaram uma cerveja funcional probiótica.

Assim como os primos “fitness” citados acima, ela é fermentada com micro-organismos vivos que ajudam a regular a resposta do sistema imunológico, segundo a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO).

Embora os benefícios dos alimentos probióticos já sejam bastante conhecidos, não existe no mercado ainda nenhuma cerveja com essa propriedade. Isso porque o próprio processo de fermentação da bebida impede o crescimento e sobrevivência das bactérias.

Para finalmente chegar ao produto, os cientistas da Universidade de Cingapura tiveram que cultivar o probiótico e a levedura em culturas puras e alteraram o processo comum de fabricação e fermentação da cerveja. Assim, conseguiram manter os lactobacilos vivos.

cingapore

NATIONAL UNIVERSITY OF CINGAPORE

A bactéria usada foi a do ácido lático, fermentada nos açúcares presentes no mosto (o resultado do cozimento do malte).

À BBC, Chan Meu Zhi Alcine, responsável pelo estudo, disse que o produto final, que leva cerca de um mês para ficar pronto, tem sabor ácido e marcante e teor alcoólico de cerca de 3,5%.

A universidade já patenteou a receita e agora os pesquisadores buscam parceiros na indústria para espalharem suas cervejas “saudáveis” no mercado. Alguém se voluntaria?

Fonte: Metrópoles – 05/07/2017

guia fornecedores