Acessar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *

cerveja artesanal

Hoje em dia, é raro um bar ou um supermercado ter em suas geladeiras apenas os rótulos tão explorados em comerciais televisivos. A cerveja artesanal chegou para disputar pela atenção e pelo espaço à mesa (ainda bem!).

Além do nome que as diferenciam das cervejas industrializadas, existem muitos outros aspectos que têm conquistado o consumidor. E, neste post, vamos falar sobre essas características. Confira:

O QUE É CERVEJA ARTESANAL?

Basicamente, uma cerveja artesanal é aquela que privilegia ao máximo as características manuais e naturais de produção da milenar bebida. Ou seja: sem a adição de conservantes e de outros produtos industrializados.

A sua composição é à base de água, lúpulo, levedura e cevada maltada. Existem outros ingredientes que podem acompanhar o processo, como frutas e grãos (o trigo é um deles) — o que apenas destaca a variedade de rótulos e de tipos de cerveja que são produzidos.

Além disso, é válido entender algumas outras características que tornam a cerveja artesanal tão especial. Vamos conhecê-las?

QUAIS SÃO AS CARACTERÍSTICAS DA CERVEJA ARTESANAL?

Produção reduzida

Quando comparamos a quantidade produzida com a cerveja industrial, a cerveja artesanal fica muito abaixo — e é isso que a torna tão especial.

Assim, ocorre um imenso cuidado com relação aos ingredientes, ao processo de fermentação e ao controle de temperatura em todas as etapas, o que impacta muito no sabor final.

Como resultado, os mestres-cervejeiros têm em mãos múltiplas possibilidades para trabalhar com a produção de diferentes tipos de cervejas.

Técnicas experimentais

Hoje, degustação de cerveja se tornou assunto sério. Afinal, ao redor do mundo, especialistas têm transformado a produção de cerveja em um laboratório. E essas experiências se convertem em rótulos que desafiam a visão, o olfato e, claro, o paladar dos degustadores.

Isso porque, agora, existe uma complexidade de elementos que galgou a cerveja artesanal ao protagonismo da arte gastronômica. Podemos combinar, de múltiplas maneiras, cerveja com petiscos e pratos principais.

Diferenciação

Da sua coloração do seu aroma à inventividade dos rótulos, a cerveja artesanal já se apresenta como um produto diferente do qual o consumidor se habituou ao provar uma cerveja. Assim, a cultura cervejeira que já é tão tradicional na Bélgica, na Alemanha e nos Estados Unidos começou a enraizar no boca a boca tupiniquim.

Isso ajudou a formar um nicho, a expandir os diferenciais desse produto e a estruturar um mercado em expansão, sempre em busca de novidades e em ampliar o seu conhecimento a respeito do assunto.

É de se considerar que a cerveja artesanal conserva, em seu DNA, a diversidade. Afinal, por meio da sua capacidade produtiva relativamente baixa, do uso de ingredientes naturais e de técnicas diferenciadas, as possibilidades são ramificadas em dezenas e mais dezenas de tipos de cervejas.

De cervejas leves e frutadas às encorpadas e robustas, o mercado de cerveja artesanal é um amplo universo à espera do seu desbravamento. 

Fonte: Bebida Express Blog – 02/06/2017

guia fornecedores