Acessar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *

A sommelier Nina Müller, de Novo Hamburgo, explica das diferenças entre as maneiras de fabricação da bebida.

Assista o Vídeo: https://youtu.be/kyuRbewVYwI

Neste primeiro episódio a Juliana Flor conversou com a sommelier e cervejeira Nina Müller, que explica as diferenças entre Cerveja especial e artesanal e aquelas que são feitas por indústrias, em larga escala.

Quem já provou uma cerveja especial provavelmente notou o sabor mais marcante da bebida. A principal diferença é que as cervejas especiais ou artesanais utilizam uma concentração de insumos mais puros e nobres. A polêmica é que as cervejas comuns, fabricadas no Brasil, usam ingredientes mais comuns. Esses produtos barateiam a produção, mas tiram um pouco do sabor e do corpo da bebida.

Segundo Nina, enquanto as cervejas industrializadas utilizam um pouco de malte, lúpulo e mais cereais como milho e arroz, a artesanal já emprega em grande quantidade o malte de cevada – escuros e claros – o lúpulo – e até flores de lúpulos -, o que proporciona mais propriedades de aroma e sabor na bebida. “O que acaba acontecendo é que na cerveja industrial temos uma bebida mais simples”, aponta Nima.

Acompanhe novos episódios semanalmente em http://jornalnh.co/minutodacerveja

Aprecie com moderação e se beber, não dirija.

Este programa foi gravado na Cervejoteca (Av. Nicolau Becker,890, Centro – Novo Hamburgo: (51) 8542-4689)

Fonte: Jornal VS, por Juliana Flor e Gabriel Guedes – 10/12/2015

guia fornecedores