Copo adequado realça o sabor da cerveja

Ao bebermos qualquer tipo de bebida, como vinho, conhaque, whisky, licor, champanhe, água, suco etc, nos preocupamos com o copo adequado, onde a bebida será servida.

Quando se trata de cerveja, somos menos exigentes, qualquer copo serve: utilizamos os copos de vinho, whisky, tipo americano...

A cerveja possui uma série de características que a diferenciam das demais bebidas. É uma bebida carbonatada, que deve ser servida a baixas temperaturas e com uma coroa de espuma.

Uma vez servida no copo, é extremamente sensível à presença de odores estranhos do ambiente, aquece rapidamente e perde gás carbônico.

O consumidor espera que as características originais da cerveja (brilho, aroma, paladar, cor e espuma), permaneçam inalteradas ao ser servida no copo.

Em alguns países, cada tipo de cerveja possui o seu próprio copo: Ale, Pilsen, Weiss ou Weizen (cerveja de trigo), Dietética, sem álcool, Stout, Bock, Light etc.

Legenda da foto: Tipos de cerveja (da esquerda para a direita): Bock, Berliner Weiße, Alt, Pils, Weizen, Kölsch, Lager

Forma do copo

Devemos utilizar copos próprios para cerveja, como as tulipas ou outros que possuam a forma adequada:

- A boca do copo não deve ser demasiado grande, que propicie perda excessiva de gás carbônico, ou pequena, que dificulte a percepção do “buquê” típico da cerveja;

- As paredes do copo, tanto internas como externas, devem ser lisas, de modo a facilitar a limpeza e a assepsia, assim como o fundo, que não deve possuir cantos vivos, que dificultem a limpeza;

- Para o uso comercial, os copos podem ser dotados da logomarca da cerveja que neles é servida, o que por si só representa uma bela propaganda visual do produto em questão, valorizando-o ainda mais. Podemos também adicionar uma marca na parte superior do copo, indicando o seu conteúdo (0,2 litros; 0,3 litros; 0,4 litros ou 0,5 litros). Esta marca normalmente se situa a aproximadamente 25 mm abaixo da borda da boca do copo.

Isto representa respeito pelo consumidor e permite também uma clara visualização do nível da cerveja e a formação de uma típica coroa de espuma.

Cuidados com o manuseio dos copos

- Lavá-los com detergente neutro e enxaguá-los rigorosamente com água corrente limpa. O enxágüe com água isenta de contaminantes microbiológicos (tratada e clorada) assegura que o copo e a cerveja não venham a ser contaminados com microrganismos patogênicos.

Mesmo aparelhos portáteis para lavar copos, equipados com escovas, devem ser limpos e suas escovas trocadas regularmente, de modo a manter um padrão de limpeza dos copos adequado e também evitar a contaminação dos copos e conseqüentemente da cerveja.

Estes aparelhos otimizam a lavagem manual de copos em qualquer estabelecimento de gastronomia. Suas principais vantagens são:

- Facilidade de instalação, manuseio e operação;

- Não possui conexão elétrica;

- A lavagem e o enxägüe são feitos separadamente;

- Pode lavar 15 copos por minuto;

- Permite economia de água por lavagem sob pressão;

- Permite economia de mão-de-obra;

- Evita a quebra de copos;

- Sistema com concepção higiênica;

- Possui renovação de água automática de lavagem;

- Remove gordura e marcas de batom.

O aparelho conjuga lavagem e enxágüe em dois recipientes distintos, o que permite que os copos, dos mais variados formatos e tamanhos, sejam perfeitamente lavados por dentro e por fora. Este resultado ocorre devido à ação conjunta de escova circular e central, juntamente com detergente em pastilha. Para enxaguar, o copo é pressionado levemente contra a válvula central que aciona o fluxo de água, ficando limpo em alguns segundos.

Para limpeza manual utilizar escovete ou esponja macios, se for o caso, exclusivos para tal fim. A presença de eventuais sujidades ou defeitos do vidro provocam desprendimento de gás carbônico, sob a forma de pequenas bolhas de gás. Copos engordurados impedem a formação da típica coroa de espuma, descaracterizando a cerveja.

- Devemos manter os copos, após lavá-los, sobre uma superfície adequada – chapa perfurada ou ondulada de aço inox ou plástico atóxico com a boca virada para baixo, com boa ventilação e ao abrigo do pó;

- Jamais estocá-los junto a alimentos ou substâncias que transmitam odores, que poderão ser absorvidos pela cerveja;

- Sempre enxaguar os copos antes do primeiro uso;

- Lave-os manualmente, caso não lhe seja conhecido se eles resistem à lavadora de louça ou não. Ao enxaguar deve-se lavar primeiro em água morna e depois em água fria;

- Utilize apenas produtos especiais para copos;

- Copos decorados (com ouro, com logomarcas) deveriam ser lavados apenas em lavadoras de vidros para a gastronomia e não em lavadoras de louça comuns, pois a decoração sofre um desgaste acentuado;

Caso utilize lavadora para a gastronomia, observe os seguintes pontos:

- A temperatura máxima de lavagem deve ser de 55 graus Celsius;

- Em locais onde a dureza da água é um problema, ela não deve ultrapassar 6 graus dH, para evitar depósito de cálcio nos copos e lavadora. A dureza da água pode ser consultada na estação de tratamento de água da cidade.

Por outro lado, uma dureza abaixo de 4 graus dH não é desejável, já que pela maior agressividade da água a decoração pode sofrer desgaste acentuado;

- Jamais lavar os copos junto com talheres ou louça;

- Para evitar que os vapores de limpeza possam afetar o copo, retirá-lo da lavadora imediatamente após o término da lavagem;

- Observe as instruções de enchimento e uso do fabricante da lavadora.

O copo decorado com a logomarca transmite ao consumidor a imagem da cervejaria através do seu produto, a cerveja.

Associado ao design do copo, cria-se um produto exclusivo, inconfundível e de qualidade. O copo passa então a ter personalidade própria, tornando-se o embaixador da cervejaria.

Fonte: Matthias Rembert Reinold
Mestre Cervejeiro Diplomado