Acessar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *

job 5382501 640

Em tempos de crise, como a atual pandemia, enfrentada pelo Brasil e diversos países, uma gestão empresarial inadequada pode levar a prejuízos irreparáveis, levando muitas vezes à sérios problemas financeiros ou mesmo à falência da empresa.

Momentos desafiadores podem surgir a qualquer momento. Hoje é a pandemia do Covid-19, amanhã poderá ser a crise hídrica ou energética. Ou mesmo uma pandemia de outra natureza ou convulsões sociais com os seus resultados imprevisíveis.

Todas as maiores economias mundiais foram afetadas, e houve aceleração de uma série de processos de mudança. Hoje temos uma grande parcela da população trabalhando em regime de home office, a logística de entrega de mercadorias foi aperfeiçoada - encomendas são entregues no mesmo dia ou no dia seguinte à compra, a telemedicina se tornou realidade.

A rapidez com que essas mudanças tiveram que ser implementadas significou a sobrevivência de muitas empresas.

Pesquisas apontam (estudo Panorama PME´s) que mais de 3 em cada 4 pequenas e médias empresas no Brasil (77% delas) sofreram algum impacto devido à pandemia.

Como enfrentar todos esses desafios, mantendo o controle do negócio e assegurando a sobrevivência da empresa? Algumas ações podem ser empreendidas para se efetuar a gestão de crise. É necessária a elaboração de plano de ação com o objetivo de reduzir os impactos provocados por uma situação adversa e também evitar que o problema ocorra novamente no futuro.

Uma empresa estará sempre sujeita a passar por momentos de crise (originada por fatores internos ou externos), não importando o seu porte ou o mercado em que atua, seja a crise de origem administrativa, financeira, fiscal, tecnológica etc.

Para que se efetue um gerenciamento eficaz de crise, devemos observar alguns pontos importantes:

- Efetuar um diagnóstico realista da situação atual (“fotografia da situação atual);

- Investigar a causa principal do problema a ser enfrentado;

- Identificar os aspectos de negócio mais afetados pela crise;

- Elaborar um plano de ação consistente (definir metas e métodos);

- Medir e acompanhar os resultados da execução do plano de ação;

- Promover uma comunicação eficiente a todos os envolvidos no esforço.

O gestor possui um papel de extrema importância na gestão empresarial da empresa, uma vez que é o responsável por liderar a sua equipe de trabalho, e adota as melhores estratégias para que a empresa alcance os resultados necessários à sua continuidade.

Ele deve utilizar seus conhecimentos teóricos e práticos, além de inteligência emocional, e estar preparado para adotar todas as medidas necessárias, rever o planejamento e propor mudanças que garantam a sobrevivência da organização (giro do PDCA = Planejar, Executar, Verificar e Agir corretivamente).

Desse modo, os esforços empreendidos de modo sistemático visam reduzir os impactos provocados por qualquer tipo de crise e permitem que a empresa possa se recuperar mais rapidamente, garantindo a manutenção dos seus negócios e a sua sobrevivência.

 

Matthias R. Reinold – Mestre Cervejeiro Diplomado

guia fornecedores