Acessar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *

curiosidade carreira 11 12 2018

Por Sofia Esteves, presidente do conselho do grupo Cia. de Talentos

Você sabia que a curiosidade é muito mais importante para o desempenho da empresa do que se imagina? Melhora o engajamento e a colaboração do time. Profissionais curiosos fazem boas escolhas e sempre conseguem criar novas alternativas e cabe aos líderes estimularem a curiosidade em si mesmos e no ambiente corporativo.

Não estamos falando aqui da questão de se interessar com a vida alheia, mas da vontade de conhecer mais, de investigar. E somos todos curiosos por natureza e o querer aprender mais é o motor da curiosidade, pois cada aprendizado é a fonte de nova busca. Essa sintonia de manter-se entusiasmado é manter-se positivo. Pesquisadores até afirmam que a cada aquisição de conhecimento, os neurônios se reconectam. É por isso que a curiosidade é tão bacana, pois ela mantém o cérebro ativo!

O profissional curioso tem aguçado o desejo de seguir em frente, de se superar e aperfeiçoar, um tripé motivacional que só impulsiona o desenvolvimento das habilidades humanas. Proporciona a pro-atividade e a fome incessante de sempre querer saber mais, o que facilita a relação com as outras pessoas e pode fazer uma enorme diferença entre os especialistas que se destacam.

Os benefícios da curiosidade no trabalho são diversos e pode reduzir conflitos no grupo, pois ela encoraja os profissionais a se colocarem no lugar do outro e a se interessar por outras ideias em vez de focar somente nas próprias perspectivas. Isso cria efetividade e harmonia no trabalho conjunto, proporcionando melhores resultados para a empresa. Outra questão é que a comunicação fica muito mais aberta entre pessoas cuja curiosidade é uma característica, pois profissionais que gostam de assumir o controle de tudo não compartilham a informação e deixam de ouvir, de se interessar pelo próximo com atenção.

Os líderes têm essa missão de incentivar e estimular a curiosidade com os profissionais da equipe e uma das formas é enfatizar as metas de aprendizado. É claro que é natural concentrar-se nos resultados, principalmente diante de grandes desafios. Mas focar no conhecimento geralmente é mais vantajoso para todos, organização e pessoal. E para despertar o interesse do time, os líderes devem ensiná-los a fazer boas perguntas e alimentar as descobertas!

Aprender é um grande desafio da vida e, para ter cada vez mais novas experiências, temos que ser antenados e criativos! A mente humana está preparada para ampliar os limites do conhecido, é uma ferramenta poderosa e pode ser explorada de tal forma que consigamos ótimas soluções para qualquer tipo de problema. Viver apenas do que já aprendemos na vida, estreita a visão e dificulta o aprendizado.

Em muitas situações profissionais somos “jogados do ninho” para aprendermos, sermos curiosos, usarmos a mente e explorarmos a situação até termos certeza de que, seja qual for o obstáculo, existe a solução! E como dizia Albert Einsten, “a curiosidade é mais importante que o conhecimento”. Já Eça de Queiroz afirmava que “a curiosidade, instinto de complexidade infinita, leva por um lado a escutar atrás das portas e por outro a descobrir a América”.

Fonte: Portal Newtrade - 11/12/2018

guia fornecedores