Acessar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *

ceo abinbev cervesia

É preciso 3 principais coisas para uma empresa durar e ter sucesso: resultados cada vez melhores, saber evoluir e ser uma empresa que se amanhã desaparecesse o cliente sentiria falta”, disse Carlos Brito, CEO da ABInBev, em palestra na Brazil Conference at Harvard & MIT, evento anual que acontece em abril desde 2015, organizado pela comunidade brasileira de estudantes na região de Boston, em Massachusetts, EUA. Ele afirmou ainda que a multinacional evolui porque acredita que os “concorrentes estão sempre à sua frente”. “É nossa cultura. Então sempre tentamos melhorar e evolui nos comparando com quem também está no negócio”, contou no evento que aconteceu na sexta-feira (6).

Importância de bons profissionais

Brito também contou que a primeira expansão da empresa, quando a mesma dobrou de tamanho, foi impulsionada principalmente pelo aumento de bons profissionais. “Muita gente boa estava vindo para a empresa e queríamos manter a equipe, mas ficar apenas em um país não nos proporcionaria isso”, contou. Hoje a empresa está presente em 140 países da América, Europa e Ásia e emprega 154 mil pessoas.

Além disso, ele ressaltou a importância de ter um bom time e uma boa liderança dentro da cervejaria. Segundo ele, o sucesso é derivado de 70% de liderança e o restante de conhecimento do negócio e conhecimento de gestão. “Acredito nisso porque não é fácil de encontrar um bom líder, mas é possível contratar pessoas que entendam dos processos do negócio e de gerenciamento”, disse.

Com ambiente meritocrático, para trabalhar na cervejaria Brito busca pessoas que “sejam inteligentes, sem serem preguiçosas, éticas, curiosas, que tenham no olho, energia, paixão e comprometimento com a empresa”.

Um bom líder

Brito afirmou que ter um bom líder tem um sonho grande que o leva para frente. “Se não aprendeer seguir em frente, o líder se perde nos problemas pequenos do dia a dia. Além disso, você tem que ter um time para dar suporte – ninguém faz nada sozinho. E outra coisa é o conflito sadio que guia você para tomadas de decisões melhores, afinal se todo mundo concorda com tudo nos primeiros dez minutos de conversa não há evolução”, afirmou.

Em suma, ele resumiu um bom líder como alguém que “gera resultado através do time da forma correta para construir, replicar e melhorar o negócio”.

Fonte: InfoMoney - 10/04/2018

guia fornecedores