Acessar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *

cerebro 22 09 2 cervesia

Embora pareçam semideuses aos olhos de muitas pessoas, alguns dos líderes mais venerados no mundos dos negócios compartilham atributos simples que atraem, conquistam e inspiram profissionais a dar o seu melhor. O que eles têm em comum? Em geral, são descritos como pessoas amigáveis, calorosas, acessíveis e reais, de carne e osso, segundo artigo do coach executivo Joel Garfinkle, reproduzido pelo Business Insider.

Na verdade, essas características são indicativos de líderes que esbanjam inteligência emocional. A capacidade de compreender as próprias emoções e as emoções dos seus colaboradores, dando-lhes a oportunidade de melhores relações interpessoais no trabalho, é um atributo imprescindível para quem aspira ou ocupa uma posição de liderança. Portanto, se você deseja ser um líder melhor, mais humano e inspirador, é importante desenvolver seu quociente de inteligência emocional.

Embora esses traços possam parecer algo natural e inato, eles também podem ser aprendidos, desenvolvidos e aprimorados. Confira as 5 qualidades de um líder emocionalmente inteligente:

  1. Empatia

A capacidade de colocar-se no lugar do outro e entender como ele se sente é especialmente importante para os lideranças. Analisar questões de diferentes perspectivas e considerar os efeitos a partir de outros pontos de vista pode ser crucial para, diante de um problema, obter um consenso e encontrar uma solução em que todos acabem felizes.

Como praticar: faça sempre um esforço para colocar-se na posição da outra pessoa. Qual é o problema? Qual seria a sua atitude? Isso ajuda a validar e entender a perspectiva do outro. Mesmo que a resposta a um problema não seja o melhor resultado de qualquer ponto de vista, reconhecer as posições e os sentimentos dos outros é um bom caminho para criar aceitação e compreensão.

  1. Autoconsciência

Você conhece as situações que revelam o melhor de você? E o pior? Você considerou seus preconceitos e preferências? A autoconsciência é ter uma compreensão de seus próprios sentimentos e de como suas experiências passadas e emoções atuais contribuem para o que você é e como você age. Ou seja, conhecer seus pontos fortes e fracos e quando você pode e não pode confiar em seus próprios instintos pode fazer você um líder ainda melhor.

Como praticar: quando confrontado com um problema ou situação, examine como se sente no momento e tente determinar o porquê. Se você pode identificar as emoções que estão em jogo em sua atitude e sua avaliação do problema, você pode determinar se elas precisam ser dosadas ou modificados por outros fatores.

  1. Positividade

Você se considera um otimista? A arte de ser verdadeiramente otimista reside não só na capacidade de manter uma atitude positiva em situações adversas, mas também em oferecer uma liderança sincera e realista que leva a equipe a enfrentar as dificuldades de uma única vez. Os grandes líderes podem ser positivos diante das dificuldades sem perder o controle da situação, e isso inspira muita gente.

Como praticar: quando surge um problema, você está frustrado ou a situação é difícil, tire um momento para considerar os aspectos positivos da questão – se você está construindo uma equipe mais forte , proporcionando uma oportunidade de aprendizagem para alguém ou corrigindo um problema mais profundo, sempre há algo a ser guiado. Ao transmitir o otimismo ao time, seja sincero: a situação pode não ser excelente neste momento, mas você tem confiança de que juntos vocês encontrarão uma solução e, no final, tudo vai ficar Ok. Seja autêntico e positivo, e as pessoas vão querer ajudá-lo .

  1. Consideração

Cuidado e consideração pelo trabalho dos outros é um bom jeito de construir um equipe coesa e de alto desempenho. Reconhecer os outros, observando suas contribuições e certificando-se de que eles sempre são ouvidos é fundamental para conquistar as pessoas. Os grandes líderes sabem que conhecer os membros da equipe – profissionalmente e pessoalmente – e cuidar deles e suas carreiras significa, no longo prazo, ter um equipe mais coesa e produtiva.

Como praticar: aproveite o tempo junto com seus colaboradores para conversar, especialmente em momentos quando a pressão está em baixa. Concentre-se em dar aos outros toda a sua atenção, discutir sobre suas carreiras e ajudá-los, na medida do possível, a atingir seus objetivos. Nas reuniões, certifique-se de que todos na mesa tenham tido a chance de expor suas ideias. Se a sua memória não for boa, anote tudo e certifique-se sempre de dar crédito para quem é devido.

  1. Autenticidade

Nenhum líder pode desenvolver qualquer atributo de inteligência emocional sem ser sincero. A autenticidade é fundamental na liderança, portanto, seja um livro aberto com sua equipe. Ter outras qualidades de liderança em grande quantidade não compensará a falta de veracidade no que você diz e faz.

Como praticar: sua integridade é primordial para sua reputação como líder, então, apenas diga o que você quer dizer e não faça promessas que você não pode cumprir. Seja confiável e fiel às suas declarações. Pode parecer contraintuitivo, mas quando você comete um erro, admita-o com honestidade e acompanhe as ações necessárias para corrigi-lo. É muito mais fácil recuperar-se de um passo em falso do que de uma perda de confiança.

Fonte: Gazeta do Povo - 07/02/2018

guia fornecedores