Acessar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *

Com tudo na ponta do lápis, fica bem mais fácil cumprir todas as obrigações com menos estresse, garante especialista

Os tempos são outros, mas a correria continua a mesma. Homens e mulheres ganharam novas atribuições no dia a dia, mas a vontade de que as 24h diárias se transformem em 48 não deixou de existir, para ambos. Assim, planejar cada passo é fundamental. Com tudo na ponta do lápis, fica bem mais fácil cumprir todas as obrigações com menos estresse, garante especialista.

O que fazer para organizar o tempo? "É necessário, antes de tudo, definir aquilo que é importante. Pode ser ter mais tempo para estar com a família, ou para sair com os amigos, ou até para fazer algo que goste, como cozinhar. O importante é que exista um foco. A partir disso, deve-se traçar um planejamento da sua semana, e compartilhar isso com a família, afinal, de que adianta conseguir alguns horários livres para estar com a família se eles tiverem outros compromissos nesse horário?", afirma Christian Barbosa, especialista em administração do tempo e produtividade.

"Outra ação importante é respeitar o horário de trabalho. Salvo exceções, ninguém precisa ficar todo os dias até as 22h no trabalho. Se isso acontece, é porque você não está sabendo utilizar o seu horário de expediente de maneira produtiva", destacada Christian.

E como a falta de planejamento pode ser prejudicial? No aspecto "família", Christian destaca que deixar de separar um tempo para a esposa ou marido, filhos, pais, irmãos cria o risco de exclusão natural de todas as atividades que são programadas. "É na família que você renova as energias para começar um novo dia de trabalho", lembra o especialista.

Quando o assunto é "carreira", Christian ressalta que "a produtividade de quem não é organizado tende a ser extremamente baixa. Isso porque a pessoa não consegue se lembrar de tarefas a serem cumpridas, prazos, não encontra informações em sua mesa, não tem o controle sobre a agenda. Ou seja, o tempo que ele pode perder procurando essas informações poderia ser revertido para a realização de outras atividades".

E se as coisas andam fora dos eixos, a saúde também sofre. "Um dos principais problemas de quem não planeja o seu tempo é deixar em segundo plano a saúde. Conheço muitos profissionais que só foram ao médico quando a situação já estava muito precária, e eles tiveram que ficar internados. Não tem como ser extremamente produtivo sem estar com a saúde em ordem", conclui Christian Barbosa.

Fonte: Administradores – 18/07/2011

guia fornecedores