Acessar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *

COMPETÊNCIA

“Conjunto de saberes (conhecimentos), o saber fazer (habilidades) e o saber ser (atitudes e comportamentos), que levem o profissional, a saber, agir na sua profissão com todas as qualificações e capacidades para resolver situações concretas de trabalho, transpondo experiências adquiridas de uma situação a outra.” (CNI – Senai, 1999)

O conjunto de conhecimentos, habilidades e atitudes podem ser agrupados em “famílias” de competências, tais como:

Competências intelectuais e técnicas

Também chamada de competência cognitiva, é a capacidade de reconhecer e definir problemas, equacionar soluções, pensar estrategicamente, introduzir modificações no processo de trabalho, atuar preventivamente, transferir e generalizar conhecimentos.

Por exemplo: saber executar bem um trabalho e ter conhecimento necessário para inová-lo.

Competências organizacionais ou metódicas

Capacidade de auto planejar-se, auto reorganizar-se, estabelecer métodos próprios, gerenciar seu tempo e espaço de trabalho.

Por exemplo: decidir com antecedência sobre como realizar um trabalho

Competências comunicativas

Capacidade de expressão e comunicação com seu grupo, superiores hierárquicos ou subordinados, de cooperação, trabalho em equipe, diálogo, exercício de negociação e de comunicação interpessoal.

Por exemplo: saber discutir em grupo, comunicando suas idéias aos colegas e chefes.

Competências sociais

Capacidade de utilizar todos os seus conhecimentos – obtidos através de fontes, meios e recursos diferenciados – nas diversas situações encontradas no mundo do trabalho. Ou seja, é a capacidade de transferir conhecimentos da vida cotidiana para o ambiente de trabalho e vice-versa.

Por exemplo: introduzir no trabalho uma novidade que você aprendeu em outro lugar.

Competências comportamentais

Capacidade de tomar iniciativas, ser criativo, ter vontade de aprender, ser aberto às mudanças, ter consciência sobre a necessidade da qualidade e sobre as implicações éticas do seu trabalho. Inclusive o envolvimento da subjetividade do indivíduo na organização do trabalho.

Por exemplo: apresentar sugestões para melhorar a qualidade do trabalho.

Competências políticas

Capacidade de refletir e atuar criticamente sobre a esfera da produção (compreendendo sua posição e função na estrutura produtiva, seus direitos e deveres como trabalhador, sua necessidade de participação nos processos de organização do trabalho e de acesso às reestruturações produtivas e organizacionais em curso), assim como na esfera pública, nas instituições da sociedade civil, constituindo-se como atores sociais dotados de interesses próprios que se tornam interlocutores legítimos e reconhecidos. (Neise Deluiz, 1995.)

Por exemplo: conhecer as reivindicações de sua categoria profissional: tomar uma posição.

COMPETÊNCIA é a capacidade de resolver um problema!

Todas estas características modelam um novo tipo de funcionário.

O mercado espera que o trabalhador seja:

● mais responsável pelo seu próprio desenvolvimento, sem esperar o chefe mandar;

● curioso e questionador, demonstrando interesse pelo aprimoramento do trabalho;

● participativo e interessado, envolvendo-se na solução dos problemas;

● capaz de discutir idéias, sem brigar com as pessoas que pensam diferente;

● líder, colocando os seus conhecimentos e habilidades a serviço da equipe, ajudando os colegas na solução de problemas ou necessidades comuns.

Fonte: Construindo cidadania - Habilidades básicas e de gestão – SENAI

guia fornecedores