Acessar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *

Matéria prima vem da Cervejaria Noi e a meta é utilizar 100% do bagaço de malte das cervejas da marca

Raviolone de Caprese ao Pomodoro di Basílico

Raviolone de Caprese ao Pomodoro di Basílico

Os restaurantes Noi nunca esconderam seu DNA cervejeiro. Servem os nove rótulos de cerveja de linha e os três sazonais da marca própria em todas as suas nove casas (sete em Niterói, Leblon e Búzios).

Agora essa sinergia chega a outro patamar. A partir de junho, será incluída no cardápio uma linha de massas artesanais feita com o bagaço de malte da Noi Rossa, cerveja do estilo Irish Red Ale. São quatro pratos: Spaghetti ao molho de Tomate Aioli (R$ 38,00), Ravioli de Brie com Damasco ao molho branco (R$ 49,00), Raviolone de Caprese ao Pomodoro di Basílico (R$ 42,00) e Tortellini de Calabresa com Bacon e Presunto ao molho de Tomate Aioli (R$ 42,00). Amassa artesanal de malte Noi também está nas porções dos pasteis da casa (8 unidades): Camarão (R$ 46.90), Carne Seca (R$ 36.90), Gaúcho (R$ 35,50) e Queijo (R$ 31,00)

Segundo o Chef Fernando Almeida, que comanda a cozinha do Noi Leblon e é idealizador dos pratos, a massa artesanal de malte amplia o portfólio de sabores da casa e tem tudo para cair no gosto dos clientes. “Desde 2015, nós temos os pasteis com massa de malte, que sempre tiveram muita saída. O público gosta deste tipo de novidade e, como também temos diversos estilos de cervejas, faz muito sentido. Estudamos por mais de seis meses para chegar na receita de massa que consideramos ideal. Ela leva trinta porcento de bagaço do malte, o que traz leveza e textura para massa”, comenta Fernando.

Para Osmar Buzin, sócio-proprietário da Noi Gastronomia e da Cervejaria Noi, as massas de malte têm potencial para se tornarem um importante diferencial dos restaurantes da rede. “Desde 2008, quando abrimos a primeira casa em Niterói, nós nos identificamos como um restaurante de cervejas artesanais. Em 2011, inauguramos nossa fábrica de cerveja, que cresceu e ganhou rumo próprio. Agora, conseguimos unir gastronomia e cervejaria em um mesmo produto, que é gostoso, saudável e sustentável, já que reaproveitamos o bagaço do malte que seria descartado. Dizem que o malte é a alma da cerveja, então posso dizer que com a massa artesanal de malte Noi nós servimos pratos cem porcento cervejeiros!” comemora Osmar. 

Fonte: Sopa Cultural – 08/06/2018

guia fornecedores